IPI de carros volta ao "normal" no dia 1º, e carro 1.0 deve subir 4,5%

O IPI dos veículos finalmente voltará às alíquotas “normais” nesta quinta-feira, 1º de janeiro de 2015. Para aquecer a economia nacional, o imposto estava reduzido desde maio de 2012, mas com gradual recomposição dos valores.
A medida não foi eficaz para estancar uma queda de 0,9% nos emplacamentos de carros e utilitários leves em 2013 ante 2012 (quando houve recorde nas vendas), mas talvez tenha evitado cenário pior. (Este ano o mercado deve recuar 10% ante 2013.)
As alíquotas serão as seguintes:
Carro com motor flex até 1 litro — 7%
Flex, de 1.0 a 2.0 — 11%
Somente a gasolina — 13%
Elas deveriam ter voltado a esses valores em julho, mas houve adiamento no re-reajuste.
A Anfavea (associação das fabricantes) estima que o impacto no preço dos carros que terão alíquota de 7% pode chegar a 4,5%. Ou seja, um carro que hoje custa R$ 30 mil pode ter aumento de R$ 1.350; um de R$ 40 mil, de R$ 1.800. Na verdade, é difícil prever o que acontecerá com os preços; a decisão é de cada empresa, como já afirmou o próprio Luiz Moan, presidente da Anfavea.
O executivo também descartou impacto negativo nas vendas em 2015.
Alguns modelos já tiveram reajuste. É o caso do Chevrolet Onix, um dos cinco carros mais vendidos do Brasil. A versão básica ficou R$ 1.800 mais cara, e as demais, cerca de R$ 1.000, segundo o site Carplace.
Do Uol.

Translate »