Grupo VW avançou 1,8% no primeiro trimestre

VW

De Automotive Business

O Grupo VW entregou de janeiro a março 2,49 milhões de veículos, registrando ligeira alta de 1,8% sobre o mesmo período do ano passado. O conselho de vendas e marketing trata o período como positivo na Europa Ocidental e incerto em outras regiões do continente e na América do Sul.
As vendas do grupo em toda a Europa somaram 1,02 milhão de unidades, 4,1% a mais que nos mesmos três meses de 2014. A parte ocidental do continente (exceto Alemanha) absorveu 556,1 mil veículos, acréscimo de 5,9%. Na Alemanha, com 314,8 mil unidades, a alta foi de 9,1% por cento. As Regiões Central e Oriental do continente absorveram 147,5 mil veículos e recuaram 10,6%. As 43,5 mil unidades entregues no mercado russo resultaram em queda de 36,4% em relação ao primeiro trimestre do ano passado.
Na América do Norte, o Grupo VW vendeu 205,8 mil unidades e obteve crescimento de 4,1%. Do total da região, 131,6 mil foram entregues nos Estados Unidos, que registraram queda de 1,4%. Na América do Sul, sob efeito da retração nos maiores mercados da região, o grupo vendeu 152,8 mil veículos e anotou recuo de 17,6%. No Brasil, os 110,9 mil veículos entregues apontaram queda de 22,1%.
As vendas em toda a Ásia-Pacífico somaram 1 milhão de unidades, levando a um pequeno acréscimo de 2,1%. A China abserveu sozinha 898,4 mil veículos e cresceu 2%.
As entregas somente da Volkswagen somaram 1,48 milhão de unidades e registraram queda de 1,3% neste primeiro trimestre ante igual período do ano passado. A marca Audi entregou 438,2 mil carros no período e cresceu 6,1%.
Chama a atenção o crescimento expressivo da Porsche, que vendeu em todo o mundo 51,1 mil automóveis e registrou alta de 32,2% sobre o primeiro trimestre de 2014. O bom desempenho se deve à boa aceitação do Macan, novo utilitário esportivo menor que o Cayenne. A marca tcheca Skoda vendeu 265,1 mil carros e cresceu 7,2%. E a Seat registrou 102,7 mil entregas, com alta de 10%.
A divisão Volkswagen Veículos Comerciais entregou 108,2 mil veículos no primeiro trimestre e cresceu 4,8% sobre o mesmo período do ano passado. Os caminhões MAN registraram 22,1 mil unidades e tiveram queda de 16,4% no primeiro trimestre. A Scania, com 17,5 mil caminhões e ônibus, recuou 7,1%.
Fonte: ABLA

Translate »