Crédito de bancos de montadoras para financiamento cai 7,06% em agosto, diz Anef

Os recursos liberados por bancos de montadoras para financiamento de veículos totalizaram R$ 7,513 bilhões em agosto desde ano, queda de 7,06% em relação ao mês de julho e de 16,22% ante o mesmo mês de 2014, mostra balanço divulgado nesta terça-feira, 20, pela Associação Nacional das Empresas Financeiras das Montadoras (Anef). Os dados consideram as operações de leasing e crédito ao consumidor.
Com o resultado, os bancos de montadoras liberaram R$ 62,440 bilhões para financiamentos de veículos em 2015 até agosto, volume 10,8% menor do que o total concedido em igual período do ano passado.
O estoque de crédito para compra de veículos por esses bancos, por sua vez, diminui para R$ 192,6 bilhões em agosto, montante 1,3% menor do que o saldo registrado até julho e 9,6% menor em relação ao de agosto do ano passado. Com isso, o saldo para crédito de aquisição de veículos por consumidores e empresas como proporção do PIB recuou para 3,4%, ante 3,6% do PIB no mesmo período de 2014.
A inadimplência, por sua vez, avançou para 5,5% em agosto, 0,1 ponto porcentual a mais do que a registrada em julho e 0,2 ponto porcentual menor do que a registrada em agosto de 2014. A inadimplência média para pessoa jurídica ficou estável em 3,9% em agosto ante julho. Ante o mesmo mês ano passado, o dado caiu 0,7 ponto porcentual.
“O mercado segue desaquecido e a única boa notícia realmente é a manutenção da baixa inadimplência”, afirmou o presidente da Anef, Décio Carbonari, em nota à imprensa.
Juros
O balanço da Anef mostra ainda que as taxas de juros se mantiveram estáveis em agosto, em 1,57% ao mês e 20,55% ao ano, mesmos porcentuais de julho e junho. Em nota, a associação ressalta que as taxas ainda continuam mais atrativas aos consumidores do que as taxas oferecidas por bancos de varejo.
De acordo com a entidade, o juro médio do Crédito Direto ao Consumidor (CDC) oferecido por bancos tradicionais em agosto era de 1,86% ao mês e 24,8% ao ano para pessoas físicas e 1,62% ao mês e 21,2% ao ano para empresas.
O prazo máximo disponibilizado pelos bancos das montadoras para financiamento de veículos foi mantido em 60 meses. Já o prazo médio das concessões – ou seja, o período desde a contratação até vencimento da última prestação – foi de 41,7 meses. No mesmo período de 2014, era de 41,6 meses.
Do Estadão.

Translate »