Conheça a nova placa para veículos do Mercosul que estreia em 2016

O projeto de unificar o sistema de placas dos veículos do Mercosul continua. O novo modelo de placa foi apresentado esta manhã em Buenos Aires, na Argentina, e a previsão é de que ela comece a ser emitida caminhões e ônibus de Argentina, Brasil, Uruguai, Paraguai e Venezuela em 2016. Os automóveis migrariam para a nova placa a partir de 2018.
Com sete caracteres, sendo quatro letras e três números, e a identificação do país de origem com sua bandeira, além do emblema do Mercosul, a tarjeta terá tamanho único e algumas artimanhas de segurança para evitar que sejam falsificadas. O simples fato da base de dados passar a ser compartilhada entre todos os países do bloco já evitaria fraudes.
A nova organização permite 450 milhões de combinações, uma margem confortável considerando a frota total de 110 milhões de veículos nos cinco países, com população que soma 280 milhões de pessoas. A disposição de duas letras, três números e duas letras também evita o cancelamento de muitas sequências por formar palavras desagradáveis.
Enquanto o Brasil tem combinações suficientes até 2030, na Argentina restam apenas 2 milhões de combinações. Mesmo assim, o principal argumento da unificação das placas é a segurança jurídica dos deslocamentos fora do país de origem do veículo. A placa unificada facilita os controles das autoridades de trânsito locais, e justamente por isso ônibus e caminhões receberão primeiro.
Por Henrique Rodriguez, de O Globo.
 

Translate »