Cobalt e Spin ganham motor mais potente e econômico para 2017

Cheios de novidades, veículos chegam nas concessionárias nas próximas semanas

Depois de investir forte nos novos Onix e Prisma, a Chevrolet fez o mesmo em dois veículos que, embora não sejam líderes de venda, são bem importantes para a gade da montadora. As versões 2017 de Spin e Cobalt chegam ainda este mês nas concessionárias e dividem o novo motor, o SPE/4 ECO 1.8. Ele substitui o EconoFlex e passa a entregar 111 cavalos de potência (três a mais) e 17,7 kgfm (antes, era 17,1 kgfm). Mas a maior diferença é que, enquanto o velho propulsor atingia a potência máxima a 3.200 rpm, o novo precisa de apenas 2.600rpm – essa redução, de quase 20%, é uma das responsáveis por deixar o veículo mais econômico e bem mais macio.

No interior do sedã,  destaque para o painel de instrumentos e a tela multimídiaFoto: Divulgação / GM

O Cobalt passa a oferecer como item de série o OnStar também na versão com transmissão manual. O espaço interno permanece, bem como os 563 litros do porta-malas. O painel com velocímetro digital incorpora bússola e alerta de baixa pressão dos pneus, enquanto o multimídia MyLink conta com Android Auto e Apple CarPlay. Câmera de ré com guias auxiliares, sensor de estacionamento, sensor de chuva, sistema de acendimento automático dos faróis, volante com controle de rádio e telefone e acionamento das travas e vidros por controle remoto são alguns dos itens do carro.

Bancos da frente do Cobalt garante boa ergonomia.Foto: Divulgação / GM

Entre os equipamentos, o Cobalt incorpora novas funções para o OnStar: navegação por setas projetada na tela do MyLink e aplicativo para smartphone com dispositivo de diagnóstico, que informa a pressão de cada um dos pneus e a quilometragem total percorrida.

Porta-malas do Cobalt é um dos maiores da categoriaFoto: Divulgação / GM

De acordo com testes realizados pelo Inmetro, o modelo passa a ser o 1.8 flex mais eficiente do mercado nacional. Abasteceido com gasolina, o consumo oscila entre 15,1km/l (estrada) e 12,1km/l (cidade). Com etanol, são 10,4km/l e 8,3km/l, respectivamente. Crente na recuperação do mercado, até dezembro a montadora espera aumentar de 1.400 para 1.600 unidades vendidas por mês.
Preços do Cobalt
1.8 LTZ – R$ 62,2 mil
1.8 LTZ Automático – R$ 66,7 mil
1.8 Elite Automático – R$ 69 mil
SPIN COM MAIS DE 100 MODIFICAÇÕES

Minivan emagreceu 33kgFoto: Divulgação / GM

Além das mesmas atualizações mecânicas do Cobalt, o Spin traz inovações até então inéditas entre os carros de produção nacional. A mais notável é a grade ativa do radiado, cujo principal objetivo reduzir o arrasto aerodinâmico através do controle de abertura e fechamento das aletas, controleando a entrada de ar para o motor. Uma central eletrônica gerencia o sistema, que permite que apenas a quantidade necessária de ar entre.

Versão da minivan tem estepe pendurado na traseiraFoto: Divulgação / GM

Conforme a montadora, o novo sistema permite uma economia de combustível de até 30%. No testes divulgados pelo Inmetro, a minivan fez 13,7km/l na estrada e 11,8km/l na cidade – com etanol, as médias caem, respectivamente, para 9,4 e 8,1.

GM assegura que economia de combustível aumentou mais de 20%Foto: Divulgação / GM

Ainda de acordo com a GM, mais de 100 itens no veículo foram revistos, o que a deixou 33kg mais leve. A ideia dos americanos é manter os cerca de 1.900 veículos vendidos por ano – boa parte deles para taxistas. Estabelecer o preço da versão automática abaixo de R$ 70 mil (exceto a top) é uma estratégia para conquistar outro filão que vem crescendo: o de pessoas com necessidades especiais que têm desconto de até 30% em veículos cujo preço não supere esse valor.

Espaço é o que não falta na SpinFoto: Divulgação / GM

Preços da Spin
1.8 LS – R$ 58 mil
1.8 LT – R$ 61,5 mil
1.8 Advantage Automático – R$ 66,7 mil
1.8 Activ Automático – R$ 70 mil
1.8 LTZ – R$ 68 mil
1.8 LTZ Automático – R$ 72 mil

Interior da Spin é simples e funcionalFoto: Divulgação / GM
Translate »