Citroën amplia recall do C3 por falha na suspensão

Braço da suspensão pode se romper devido a dureza nas buchas. Falha também afeta C3 Picasso, Aircross e Peugeot 208.

Citroën C3 - Divulgação
Citroën C3 – Divulgação

A Peugeot Citroën (PSA) comunica nesta segunda-feira (6) a ampliação de um recall anunciado em dezembro de 2014, que afeta os modelos C3, C3 Picasso e Aircross. A ampliação envolve mais 3.769 unidades do compacto C3.

O problema está nas buchas dos braços da suspensão, que apresentam “dureza excessiva”, o que pode provocar fissuras e até o rompimento dos braços.

Caso a peça se quebre, as rodas dianteiras sofrerão deslocamento, causando acidentes. Em dezembro, foram chamados 22.673 proprietários no total.

O complemento afeta apenas os veículos C3, fabricados entre maio e junho de 2013, com numeração de chassis não sequencial entre EB512354 e EB520900.

Em dezembro, foram convocados os proprietários do C3 (de EB515509 até FB500028), C3 Picasso (de EB514158 até FB500020) e C3 Aircross (de EB514624 até FB500030).

A falha também aparece no “primo” 208, com chassis de numeração não sequencial entre EB010381 e FB000004.

O reparo deve levar cerca de 4 horas, segundo a fabricante. Informações adicionais podem ser requisitidas pelos telefones 0800 011 8088 (Citroën).

G1.

Translate »