CEO da Nissan promete carro sem motorista para 2016

carro-autonomo_web-300x225

De IDGNow

Expectativa é que veículo navegue sozinho em rodovias no Japão. Para 2020, Nissan espera que seu modelo consiga o mesmo feito em áreas urbanas
 
A Nissan espera ter um carro que possa navegar sozinho pelas estradas do Japão até o ano que vem. A companhia também tem planos de ter um modelo totalmente autônomo habilitado para a autodireção em áreas urbanas até 2020.
 
“Haverá um carro da Nissan no Japão, que contará com tecnologia de direção autônoma”, afirmou Carlos Ghosn, CEO da companhia durante o New York International Auto Show.
 
Anteriormente, a Nissan anunciou parceria com a Nasa para desenvolvimento de sistemas que possam beneficiar a indústria automobilística. O projeto de pesquisa e desenvolvimento de cinco anos também irá focar em uma interface homem-máquina, aplicativos habilitados para rede e software de análise e verificação, todos envolvendo hardware sofisticado e software já usados em estradas e projetos espaciais.
 
“A parceria irá acelerar o desenvolvimento da Nissan em propriedades como segurança e confiança na tecnologia que progressivamente será introduzido a consumidores a partir de 2016 até 2020”, disse Chosn em comunicado.
 
Para o ano que vem, a Nissan acredita que veículos irão usar sistemas de orientação e controle cruzeiro adaptativo para orientar e freio automático em rodovias.
 
A expectativa é que os carros da companhia japonesa em 2018 terão a habilidade de mudar de pistas e evitar obstáculos e outros perigos em rodovias. Até 2020, veículos deverão estar habéis para dirigirem si mesmos por meio de cidades com trânsito congestionado.
 
O CEO da Nissan também citou questões sobre legislação das cidades, assim como questões acerca da responsabilidade. No caso, quem seria responsável por um acidente que envolve carros autônomos?
 
“Isso vai acontecer passo a passo, porque nós precisamos ter certeza que nossos reguladores em diferentes países se sintam confortáveis”, disse Ghosn ao Kyodo News.
 
Na semana passada, a empresa de autopeças Delphi anunciou que seu veículo autônomo, um modelo Audi, completou uma viagem de travessia pelos Estados Unidos.
 
O modelo viajou de São Francisco a Nova York, na primeira viagem de costa a costa feita por um veículo autônomo. A viagem de nove dias passou por complexas situações como trânsito, áreas sob construção, pontes, túneis e outras condições variáveis como clima. 99% da travessia foi completada em modo automático, informou a companhia.
 
Fonte: Portal do Trânsito

Translate »