Carro dá despesa de R$ 1.185,00 por mês

Mesmo que o seu carro esteja totalmente pago, você gasta nada menos do que R$ 1.185,00 por mês só para rodar e fazer a manutenção preventiva. Esse é o cálculo feito pela Agência Autoinforme para a realização da Inflação do Carro, índice que mostra a evolução dos preços que o motorista tem com o seu carro.
O estudo levanta os preços de todos os itens que o motorista precisa para andar de carro e fazer a manutenção, em cinco grupos: combustíveis, peças de reposição, serviços, impostos de circulação e seguros.
O maior gasto do motorista é com os combustíveis. Eles representam 30% da despesa total, o que significa R$ 344,00. Depois vem o pacote de serviços automobilísticos, como balanceamento, alinhamento, mão de obra em geral, além de estacionamento, lavagem etc, que representam 27% das despesas, ou R$ 320,00.
O terceiro grupo é o dos seguros, cujo gasto chega a R$ 256,00 por mês e em seguida as peças de reposição, que dão uma despesa mensal de R$ 203,00. Finalmente os impostos de circulação (IPVA, licenciamento), com gasto de R$ 60,00.
O cálculo refere-se a um motorista que roda em condições normais, isto é: usa o carro para ir ao trabalho, fazer compras, passear. Considera também duas pequenas viagens por mês. O veículo usado como base é um carro popular, com motor de 1000cc, seminovo.
Há 107 anos, nascia o Ford T
O primeiro carro produzido em grande escala está comemorando 107 anos este mês. O Ford T não foi o mais vendido, mas foi o mais importante da História, porque com ele Henry Ford inventou a linha de montagem. Conta-se que Henry Ford observou num matadouro que o boi entrava de um lado e saia do outro em pedaços (às vezes já em forma de linguiça). Inverteu o processo na fábrica criando assim uma longa linha de montagem onde cada funcionário colocava uma parte e o carro saia montado do outro lado. Não sei se a história é verdadeira, mas é curiosa.
O Ford T foi o primeiro carro feito no Brasil, em 1919: vinha dos EUA desmontado, em caixotes, e era montado na fábrica da rua Florência de Abreu, no centro da de São Paulo. Tinha motor de 17 cavalos e máxima de 75 km/h. Com essa velocidade, estaria adequado ainda hoje rodar em São Paulo.
Pneu eficiente
A Pirelli lançou o primeiro pneu com etiqueta de eficiência energética e com nota “A” na frenagem em piso molhado, o Cinturato P1 Plus. O pneu tem menor resistência ao rolamento, o que propicia 5% de economia de combustível.
Você é bom motorista?
Então responda: quando você pode passar pela direita do outro veículo? Nunca? Errado. Pode sim, apenas numa condição. Responda pelo email joelleite@autoinforme.com.br. A resposta será dada na semana que vem.
Por Joel Leite, do Uol.

Translate »