Brasil negocia acordo de livre comércio automotivo com Peru e Colômbia

mercado-carros

De Folha

Representantes do Brasil já iniciaram as negociações com o Peru no sentido de fechar um acordo de livre comércio automotivo com o país andino. O objetivo do país é ampliar as exportações de veículos para a América Latina, já que o mercado nacional está em crise.
Além do Peru, a diplomacia brasileira agora segue para a Colômbia, a fim de conseguir outro acordo de livre comércio de automóveis. Ao contrário do primeiro, este país possui algumas fábricas, sendo que o Renault Clio passou a ser feito lá recentemente.
O Brasil também quer ampliar os acordos com Peru e Colômbia em outros setores. Já no caso dos carros, os dois países andinos são muito importantes e seriam os destinos mais viáveis para os automóveis nacionais.
Atualmente o imposto de importação para carros brasileiros na Colômbia é de 16,1% ante os 35% de outras origens. No Peru, a taxação é ainda menor, 2,8%. No entanto, o país vizinho cobra somente 6% de outros mercados. Ainda assim, apenas 3,6% do mercado peruano é representado pelo Brasil. No vizinho ao norte, o percentual é ainda menor, 2,8%.
Fonte: Notícias Automotivas

Translate »