Brasil é o 14º em ranking dos carros mais baratos do mundo

size_810_16_9_carro-mapa

São Paulo – Para comprar um carro zero-quilômetro no Brasil, você precisará de pelo menos 27 mil reais (8.711 reais em dólares). Esse é o preço do carro mais barato do país, o Renault Clio Authentique 1.0. O valor fica bem acima do preço do carro mais barato do mundo, o Tata Nano 0.6, vendido na Índia pela bagatela de 2.231 dólares.
A diferença de preços foi constatada pela consultoria automotiva Jato Dynamics, que fez um levantamento dos veículos de passeio mais baratos de 19 países do mundo. Os resultados mostram que o Brasil aparece em 14º lugar no ranking.
Além de aparecer em uma das piores posições da lista, Rodolfo Moura, gerente de vendas da Jato Dynamics no Brasil, afirma que os carros de entrada brasileiros também ficam atrás de outros países no quesito equipamentos.
“Um Dacia Sandero, por exemplo, é vendido por 8.143 dólares na Grã-Bretanha, tem motor 1.2, controle de tração e estabilidade. Já o Clio é mais caro, tem motor 1.0 e não tem controle de tração e estabilidade”, afirma.
Ele acrescenta que em países como os Estados Unidos, por exemplo, a indústria automotiva já não oferece mais carros zero-quilômetro tão básicos quanto no Brasil. “Lá o carro mais básico é o Nissan Versa, que tem motor 1.6 e é todo equipado. Por isso os Estados Unidos aparecem na penúltima posição da lista, eles não vendem mais carros tão básicos quanto os que de outros países”, diz Moura.
A discrepância entre valores e o nível de sofisticação dos carros vendidos aqui e lá fora ainda é alta, segundo Moura, mas diminuiu nos últimos anos com o aumento da concorrência no segmento de carros compactos no país, provocado pela chegada de novos carros, como o Toyota Etios e o Hyundai HB20.
Dentre os motivos para os preços altos no país, o gerente da Jato Dynamics destaca dois principais: a alta carga tributária do país e os custos pesados com logística.
Esses entraves tornam o acesso do consumidor brasileiro ao mercado automotivo mais complexo em relação a outros países, conforme mostra o levantamento. “Apenas como comparação, na Europa é possível fazer um leasing operacional e ter um carro como o New Fiesta por três anos pagando 120 euros por mês. Aqui, um leasing como esse, disponível apenas para empresas, sairia por 1.700 reais por mês”, diz Moura.
A diferença entre o leasing financeiro, mais comum no Brasil e o leasing operacional, mais comum na Europa é que, no primeiro caso, as parcelas pagas são constituídas em parte pelo valor do aluguel pelo uso do bem (contraprestação) e em parte pelo Valor Residual Garantido (VRG), pago pela aquisição do carro, já no operacional o cliente paga basicamente o preço pelo uso do carro. Em ambos os casos, o cliente pode exercer a opção de compra do bem ao final do prazo.
Metodologia
Presente em 56 países, a Jato Dynamics utilizou os dados das filiais da empresa em diferentes países para chegar ao resultado do levantamento. Os valores dos carros constantes nas bases de dados da empresa são os preços sugeridos pelas montadoras e não os valores divulgados por tabelas de preços de mercado.
Confira, nas fotos a seguir, quais são os carros mais baratos nos 19 países incluídos no ranking.
 
Fonte: Exame

Translate »