BH: Gasolina sobe 2,55% em dois meses na capital

A gasolina segue em alta em Belo Horizonte. Nos últimos dois meses, os preços do combustível subiram 2,55% nos postos da capital e Região Metropolitana. Na comparação realizada entre os preços de 17 de outubro e 12 de dezembro, o litro saltou de R$ 2,863 para R$ 2,936, de acordo com pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo site Mercado Mineiro.
Em BH, o menor preço encontrado da gasolina foi de R$ 2,766 e o maior de R$ 3,299, variação de 19,27%. O levantamento foi realizado entre os dias 9 a 12 de dezembro em 142 postos em BH e Região Metropolitana. O menor preço médio da gasolina é verificado na Região Noroeste, onde o valor é de, em média, R$ 2,876. O maior preço está na região Sul de Belo Horizonte, onde o valor é de, em média, R$ 3,045.
Em Betim, o preço médio do litro da gasolina era R$ 2,877 e passou a ser de R$ 2,949, o que representa um aumento de 2,50%. Já em Contagem o reajuste da gasolina foi de 3,91%, passando de R$ 2,815 para R$ 2,925. Na região, a gasolina está 0,38% mais barata que em Belo Horizonte.
Etanol
Já entre os preços do álcool, o menor preço encontrado nos postos pesquisados foi de R$ 1,888, e o maior de R$ 2,499 uma variação de 32,36%. Na comparação realizada entre os preços de 17 de outubro e 12 de dezembro de 2014, o preço médio do álcool apresentou aumento de 1,04%, sendo que o valor médio era de R$ 2,120 e passou a ser de R$ 2,142. O menor preço médio do álcool é encontrado na região Noroeste, onde o combustível é vendido por cerca de R$ 2,055, e o maior preço médio do combustível é encontrado na região Sul, por R$ 2,266.
O Etanol só é mais viável que a gasolina se for encontrado abaixo de R$ 2,055 pelo calculo de 70% do valor da gasolina (R$ 2,936). A pesquisa completa está disponível no site www.mercadomineiro.com.br.
Por Fernanda Borges, do Jornal Estado de Minas.

Translate »