Audi anuncia € 3 bilhões em investimento para 2016

audi

De Automotive Business

No apagar das luzes de 2015, a Audi anunciou que investirá mais de € 3 bilhões em fábricas e equipamentos ao longo de 2016, sendo metade do aporte serão aplicados nas unidades localizadas na Alemanha em Ingolstadt e Neckarsulm.
“Com o atual programa de investimento nós obviamente queremos melhorar a forte posição da marca mas, ao mesmo tempo, pretendemos atingir um escopo financeiro adicional com maior otimização de processos e de custos”, disse em comunicado o diretor financeiro Axel Strotbek. Ele afirma ainda que a empresa não reduzirá custos em detrimento do crescimento futuro, mas que examinará cada decisão de investimento individualmente além de informar que o conselho decidiu adiar em um ano a construção de um novo túnel de vento.
Entre as novidades esperadas para este ano, a fabricante planeja introduzir um segmento inédito para o mercado de SUVs com o Q2, que substituirá o Q3 como modelo menor e mais barato da linha Q. Adicionalmente, apresentará o sucessor do Q5.
“Nós estamos continuando com os nossos elevados níveis de investimento em tecnologias para o futuro a fim de melhorar a forte posição da nossa marca”, enfatizou o CEO da Audi, Rupert Stadler “Uma proporção significativa do nosso investimento é, naturalmente, no campo de sistemas de acionamento alternativos”, acrescentou.
Em 2018 será a vez do primeiro veículo elétrico a bateria da marca com base no conceito e-tron Quattro. Até 2020, a Audi irá expandir sua gama de modelos o que inclui 60 novos veículos.
No ano passado a Audi registrou novo recorde de vendas globais ao atingir volume de 1,8 milhão de veículos, 3,6% acima do resultado de 2014.
“Com a venda de 1,8 milhão, ultrapassamos por 300 mil unidades a meta estabelecida em nossa estratégia para 2015, de 1,5 milhão de carros”, reforçou Stadler. “2015 provou que a Audi está solidamente no caminho certo e nós somos realmente capazes de dominar com muito sucesso um ano que apresentou vários desafios.”
As vendas da marca cresceram em todas as regiões do mundo e seus principais mercados, exceto na Rússia e na China, onde a empresa vinha registrando excelentes resultados nos últimos anos. No Brasil, de acordo com os dados da Fenabrave, a Audi anotou incremento de 40,5% nos licenciamentos em 2015, passando de 12,4 mil para 17,5 mil unidades e elevando sua participação no mercado de automóveis e comerciais leves de 0,38% para 0,71% no comparativo anual.
Fonte: ABLA

Translate »